A hora da esquerda latinoamericana

- Emir Sader

É hora de que a esquerda latinoamericana retome a iniciativa e a ofensiva. Os gobernos de Mauricio Macri e de Michel Temer revelan os proxectos que a dereita ten para os nosos países, condenándoos a retrocesos enormes, á depresión económica e ao desemprego

A Europa e o ataque contra a Síria

- Manlio Dinucci

A mais recente agressão dos EUA e da NATO contra a Síria – o bombardeamento da base de Cherat – não é apenas a primeira grande confirmação da irresponsabilidade de Trump, tão criminosa como a de Obama. É a confirmação de que a mudança de uma peça em nada altera o funcionamento da engrenagem que vai tornando cada vez mais real a ameaça de um conflito militar a uma escala sem precedentes

O fator Mélenchon na França

- Aurelien Mondon

A ascensão de Mélenchon nas pesquisas é uma quebra do consenso neoliberal e um retorno à política. Se ele conseguir ir ao segundo turno, a esquerda francesa poderá, enfim, mostrar sua força real

França: Outra vez a armadilha do voto útil?

- Serge Halimi

A União Europeia tornou-se indiferente às escolhas democráticas dos seus povos, certa de que as orientações fundamentais dos Estados-membros estavam aferrolhadas por tratados. Desde o voto do «Brexit » e a vitória de Trump, a política está a vingar-se. A União treme agora ao observar cada escrutínio nacional como se neles se jogasse a sua vida

Ataque de um império em decadência

- John Wight

A falta de memória de curto prazo em Washington é impressionante. Quatorze anos depois da desastrosa invasão do Iraque e seis anos depois de fazer da Líbia um Estado falido, temos aqui novamente um ato de agressão contra um Estado soberano no Oriente Médio pelos EUA

Grecia sucumbe

- Ulises Noyola Rodríguez

As autoridades europeas, no seu afán de evitar unha catástrofe inminente do programa grego, cada vez mostran máis a súa incapacidade de xestionar a crise en Europa e por iso necesitan o apoio de Washington para tomar un respiro ante a súa crise económica interminábel

França: a esquerda vive, quando não se rende

- Jon Henley

As políticas de Mélenchon incluem redução das jornadas semanais de trabalho de 35 para 32 horas; redução da idade mínima para aposentadoria para 60 anos; aumento do salário mínimo e benefícios de segurança social — além de uma vasta reforma tributária

As repúblicas de bananas voltam à América Latina

- Antonio Luiz M. C. Costa

O ciclo atual de golpes também começou na América Central, com o golpe de 2009 contra Manuel Zelaya em Honduras, com apoio do Pentágono e do Departamento de Estado, então liderado por Hillary Clinton. Mesmo na ausência de uma disputa pela hegemonia mundial, o mero desvio do modelo neoliberal foi considerado motivo suficiente para intervir no continente

O mundo inclina-se de novo para a guerra

- Thierry Meyssan

A Casa Branca alinhou-se finalmente com a Coligação constituída pelos neo-conservadores (neo-cons) junto com o Reino Unido e diversas empresas multinacionais. Os Estados Unidos retomam a política imperialista que tinham assumido em 1991 e reativam a Otan. A ruptura com a Rússia e a China ficou consumada em 12 de Abril de 2017. O mundo está de novo à beira da guerra nuclear

Portugal: Recuperar a soberania monetária

- Octávio Teixeira

Para Portugal o Euro tem sido um factor decisivo do contínuo agravamento da crise. Portugal está mais pobre e as desigualdades aumentaram, fundamentalmente devido ao Euro e ao seu sistema


Quizais quixo dicir:

Acontece

< Maio 2017  
Lun Mar Mér Xov Ven Sáb Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31        
Próximos acontecementos
Actualmente non hai eventos próximos